20 de Março de 2014 - 20h01

Coquetel apresenta pilotos convidados para primeira etapa

Expectativa para a troca de pilotos durante disputa ronda todos competidores do grid
Coquetel apresenta pilotos convidados para primeira etapa Duda Bairros/Vicar
As atividades para a abertura da temporada, que acontece neste domingo (23), já começaram nesta quinta-feira, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo – SP. Para apresentar os pilotos convidados para a prova especial, foi oferecido um coquetel para a imprensa e convidados.

A novidade da troca de competidores no meio da prova é um mistério para os  pilotos. Ao menos é o que acredita Bruno Senna, que formará dupla com Antonio Pizzonia. Para ele, a adaptação pode ser essencial. “É difícil saber o que sair dessa primeira prova. A loteria é grande, temos duplas muito fortes aqui e o fator do desconhecido é grande, porque nunca sabe como o convidado vai se adaptar ao carro, mesmo se o principal for muito forte”, explica Senna.

Já para Augusto Farfus, dupla de Rubens Barrichello e que foi vice-campeão do DTM no último ano, a troca não será o grande problema. “Acredito que dá para manejar o tempo da troca de pilotos, ela em si não é o problema principal. Em função do reabastecimento, acredito que dá para fazer a troca de pilotos com relativa calma. Mas sem dúvida nenhuma dá para ganhar ou perder uma corrida no pit stop”, pontuou.

Entre os nomes chamados no palco por Maurício Slaviero, diretor geral da Vicar, pilotos internacionais também compõem a lista, como Mauro Giallombardo, argentino campeão da Turismo Carrera de 2012. Para o competidor, é um prazer poder disputar a categoria brasileira. “Para mim é uma corrida importante, estou muito emocionado de estar aqui, é uma das corridas mais importantes desta parte do mundo. Espero poder ir bem e quem sabe terminar no pódio”, diz o parceiro de Marco Gomes.

Para o competidor do carro #80, trazer os convidados pode dar uma boa visibilidade tanto para eles quanto para a categoria. “Acho que vai ser uma novidade bem interessante. Vai dar uma visibilidade bem grande para a categoria e para nós pilotos também é legal receber um convidado para estar correndo junto”, afirma.

Ele ainda mostrou bastante otimismo com a temporada que vem pela frente. “Para mim, o ano tem tudo para ser bom, este é meu segundo ano na equipe. Nosso treino em Curitiba foi bastante produtivo, e acho que vai ser um campeonato de bastantes alegrias para nós”, completa o competidor.
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x