2 de Agosto de 2014 - 16h47

Barrichello compara pole a triunfo na F1

Piloto afirma que primeira colocação no grid é tão significante quanto a que ele conquistou em Silverstone, em 2003
Barrichello compara pole a triunfo na F1 Duda Bairros/Vicar
Pole position da MAPFRE Corrida do Milhão, Rubens Barrichello não escondeu seu entusiasmo pela conquista. Foi a segunda pole dele, desde que passou a competir no Circuito Schin Stock Car - a primeira ocorreu em Cascavel, em 2013 -, mas seguramente a mais importante. A ponto de o piloto lembrar de uma pole conquistada por ele em 2003, quando ainda competia na Fórmula 1.

Barrichello recordou do que fez em Silverstone, na Inglaterra, pela Ferrari. “Essa pole position foi tão importante para mim quanto uma de 2003, que consegui em Silverstone. A temporada da Fórmula 1 já estava com cinco meses, nada tinha acontecido e o pessoal  já falava em outros pilotos na Ferrari. O que aconteceu: emplaquei a pole e ainda ganhei a corrida no dia seguinte. Foi tão marcante quanto hoje”, afirmou.

O piloto assegurou ainda que a primeira colocação no grid, e uma eventual vitória na MAPFRE Corrida do Milhão, será muito importante para a Full Time Competições. “A pole tem importância por que está todo mundo lutando pelo milhão (R$ 1 milhão), que ajudaria demais para o crescimento da equipe. Daria também muita moral para quem trabalha nesse time. Por isso, a explosão de alegria foi muito grande.”

Sobre as chances de ganhar a corrida deste domingo, Barrichello avalia que a prova terá um grau de dificuldade grande. “Quem faz a pole bate na porta da vitória. Agora, prometer é muito difícil. São 50 minutos de prova, duas paradas obrigatórias, mudanças de estratégias e um calor que exigirá muito de freios, motores e pilotos. Mas quem está mais próximo da vitória são aqueles que estão largando na frente. A agora só levei a pole”, disse.
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x