14 de Setembro de 2014 - 14h56

Átila Abreu mantem diferença de pontos

O piloto ainda é líder
Átila Abreu mantem diferença de pontos Duda Bairros/Vicar

Como esperado, a oitava etapa do Circuito Nova Schin Stock Car foi bastante movimentada. Mesmo com problemas no botão de ultrapassagem, Átila Abreu #51 conseguiu segurar o ímpeto dos adversários, perdendo apenas uma posição, na primeira bateria, chegando em oitavo. Com o problema resolvido no intervalo das provas, subiu ao segundo lugar do pódio, na segunda sessão. Nonô Figueiredo #11 que largou na 12ª posição, não completou a primeira bateria com a quebra de uma peça da suspensão, quando estava na 10ª posição a 28 minutos do fim, o que o forçou a largar no fim do grid, na segunda oportunidade. Galid Osman e Ricardo Maurício foram os vencedores.

O piloto sorocabano ficou satisfeito com o resultado final do fim de semana. "Foi um dia de altos e baixos, como os dias anteriores. Errei no treino livre, peguei a grama e o carro deu um salto e desequilibrou o acerto. A equipe trabalhou bem e arrumou o problema. Largando na nossa pior posição do ano, no Velopark, que é difícil ultrapassar, sabia que era mais complicado. Quando percebi o problema no botão de ultrapassagem, fiquei bastante preocupado. Acho que perdi poucas posições diante disso, já que aqui você sai de uma curva de baixa antes da reta, o que faz muita diferença. Na segunda corrida, Ricardinho tinha boa performance, já que tinha trocado um pneu a mais. No geral, fiquei muito contente com a manutenção da diferença de pontos no campeonato", afirmou o líder do campeonato que soma 145,5 pontos, 6,5 a mais que Rubens Barrichello.

Nonô Figueiredo reforçou sua demonstração de força durante o tempo que esteve com o carro em condições. "A melhor expressão sobre a nossa prova é demonstração de competitividade, apesar de não ter concretizado em resultado. Fiz duas ultrapassagens no começo e sentia que tinha potencial para continuar pressionando, não tenho duvida que o carro se manteria competitivo durante as duas corridas. Com a quebra da suspensão, a corrida acabou pra mim. A equipe fez um bom trabalho e me devolveu o carro para a segunda prova. Mas largar de trás é complicado. Alguns pilotos me seguraram, mesmo sem performance. Tentei aproveitar as oportunidades e recuperar algumas posições, mas naquela situação era muito difícil chegar a zona de pontuação", disse o piloto.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x