30 de Novembro de 2014 - 13h07

Átila Abreu é segundo

Na finalíssima da Stock
Átila Abreu é segundo Duda Bairros/Vicar

Átila Abreu foi o segundo colocado na última prova da Stock Car neste domingo em Curitiba e terminou a temporada 2014 com o vice-campeonato. Foi seu sexto pódio no ano, que representou também o melhor resultado de toda sua carreira e da trajetória da equipe Mobil Super Racing na categoria.

O competidor sorocabano largou em quarto, superou Cacá Bueno na primeira curva e se aproveitou de escapada de pista de Rubens Barrichello para avançar à vice-liderança ainda nas primeiras volta da prova.

Partiu então no encalço do líder Daniel Serra e assumiu a primeira posição durante a janela de pit-stops. O plano da equipe Mobil Super Racing foi deixar o carro #51 na pista até a última volta disponível para efetuar a troca de pneus. Mas, ainda que tenha deixado os pits bem próximo do adversário do carro #29, faltou pouco para concretizar a ultrapassagem pela liderança.

Depois do ciclo de paradas, os três primeiros eram Daniel Serra, Átila Abreu e Rubens Barrichello, que receberam a bandeira quadriculada nesta ordem.

"Sabia que aqui dependeria muito de como o Rubens estaria. Nos treinos estávamos bem e focamos muito no acerto de corrida, que foi nosso ponto mais frágil durante o ano. E o Rubinho na tomada não tirou um coelho, tirou um rinoceronte da cartola: apareceu de algum lugar com a pole. Então sabia que seria difícil a corrida. Vi que ele escapou no óleo no início, eu escorreguei também mas consegui voltar e sabia que talvez tivesse uma esperança pois se ele perdesse uma posição e eu passasse o Serrinha ia virar pro meu lado. Mas ele teve um ritmo bom, acompanhou a gente de perto. E eu também não consegui fazer o que precisava, que era ganhar. O Serrinha teve um ritmo muito bom, que não consegui acompanhar. Cheguei no final, mas não o suficiente para passar", declarou o competidor sorocabano.

Mostrando espírito esportivo, Átila aproveitou para enaltecer o título de Rubens Barrichello, a quem qualificou como um dos principais pilotos brasileiros em todos os tempos.

"O que que a gente viu hoje nas arquibancadas há muito eu não via na Stock Car", comentou em alusão à festa do público pela conquista do recordista em largadas na Fórmula 1.

"O Rubinho fez um excelente trabalho e mereceu ser campeão. Ser vice atrás dele é um mérito para mim, pois é um dos melhores pilotos que o Brasil já teve na história do automobilismo. Travamos bons pegas ao longo do ano, inclusive ele me "deu" dois troféus da melhor ultrapassagem, em brigas que foram com ele. São sempre brigas muito limpas, muito honestas, como há tempos eu não via", acrescentou o dono do carro #51, mencionando os prêmios de melhor ultrapassagem conquistados por manobras em Salvador e na segunda passagem da Stock Car por Santa Cruz do Sul.

"Terminamos o ano de cabeça erguida, muito contente pelo aprendizado e pelos resultados. Fica o gostinho de não ter sido campeão mas me encho de energia para ser melhor em 2015 e aprender com os erros deste ano para ter mais sucesso ano que vem. Obrigado a todos que fazem a categoria ser cada vez maior", finalizou Átila.

Chefe da equipe Mobil Super, o engenheiro Thiago Meneghel reafirmou as palavras de seu piloto. "Fizemos uma boa corrida, demos nosso máximo. O Átila chegou muito perto de descontar o tempo que o Daniel Serra tinha, mas não deu para ficarmos com a vitória. O Rubinho estava com tudo a favor e isso foi determinante no final. Vamos aprender com nossos erros. Neste ano deixarmos de somar pontos importantes em etapas nas quais eramos favoritos. Para 2015 levamos o fato de ser há três anos consecutivos a equipe com a performance mais consistente da Stock e tenho certeza que vamos lutar novamente pelo campeonato."

A pré-temporada da Stock Car acontece em Curitiba no final de semana de 8 de fevereiro. A abertura da temporada está marcada para Goiânia em 22 de março, novamente com os pilotos regulares da categoria dividindo a pilotagem com companheiros convidados. Com a aposentadoria do experiente Nonô Figueiredo, o companheiro de equipe de Átila Abreu em 2015 será o brasiliense Lucas Foresti.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x