2 de Outubro de 2015 - 15h36

Quarteto em ação na Europa

Quarteto em ação na Europa
Quarteto em ação na Europa Divulgação

A sexta e penúltima etapa da temporada 2015 do Blancpain Sprint Series será realizada neste final de semana (dias 3 e 4) no autódromo internacional de Misano, na Itália. Dentro do BMW Team Brasil, o clima é de ansiedade e otimismo. Apesar de não conhecerem o traçado de 4,226 km e 16 curvas, os pilotos esperam manter os bons resultados e brigar pelos pódios.

Em terceiro lugar na classificação, a dupla do BMW Z4 #77, Valdeno Brito e Átila Abreu, espera brigar pelo quinto pódio em 2015 e a primeira vitória. Já no carro #0, Cacá Bueno e Sérgio Jimenez, que conquistaram vários pódios no ano passado, ainda buscam o primeiro nesta temporada e também estão confiantes.

No campeonato de equipes, o BMW Team Brasil aparece na vice-liderança e com chances de ser campeão, o que motiva ainda mais a equipe comandada por Antonio Hermann e Washington Bezerra. Os treinos em Misano terão início na sexta-feira (2), com as corridas no sábado (15h45 de Brasília) e domingo (9 horas de Brasília). O SporTv transmite as duas provas ao vivo.

O paraibano Valdeno Brito tem estudado a pista por meio de câmeras onborad e, mesmo reconhecendo que o traçado não é favorável ao carro da equipe, está esperançoso em conseguir a primeira vitória e manter os bons resultados para o carro #77. "Não conheço a pista, mas tenho visto algumas câmeras onboard e nos treinos vamos tentar nos adaptar rapidamente, apesar de não ser uma pista muito boa para o nosso carro. Mas é óbvio que vamos esperançosos em conseguir um bom resultado e a primeira vitória seria muito importante", declarou o piloto.

Valdeno também não vê problemas nas diferenças de horários entre as corridas no final de semana. No sábado, a Corrida Classificatória acontecerá à noite (pelo horário local) e, no domingo, a Corrida Principal será à tarde. "Não acho que mude muita coisa, afinal participamos das 24h de SPA, que teve boa parte da prova realizada à noite, então acredito que a equipe está bem preparada", afirmou Brito.

O sorocabano Átila Abreu também acredita em uma boa corrida e nas possibilidades da primeira vitória brasileira para a equipe. "Não conheço a pista, mas vamos utilizar o primeiro treino para aprender o traçado e adequar o carro para a aderência da pista que foi recentemente asfaltada. Acho que ainda estamos brigando pelo campeonato, apesar de ter ficado um pouco mais difícil depois da última corrida em Portugal, mas matematicamente continuamos com chances. É complicado ganhar, mas devemos manter as metas de alcançar pódios e pontos nestas duas últimas corridas. Devemos continuar o trabalho das outras etapas, fazer nosso melhor, que uma hora a vitória vai acontecer e seria uma ótima maneira de encerrar o campeonato. Mas estamos em uma situação que temos que pontuar e brigar para estar no pódio. A experiência e os aprendizados de SPA vão ajudar muito na corrida classificatória que será à noite, quem sabe a primeira vitória não vem à noite", enfatizou Átila.

O carioca Cacá Bueno também mantém a confiança e acredita na possibilidade de um pódio nesta etapa. "É a minha primeira vez neste circuito, mas tenho treinado no simulador e isso dá uma grande ajuda, mesmo não sendo igual a já conhecer a pista. Esse ano a gente passou muitas vezes perto do pódio, então a expectativa se mantém a mesma, ou seja, nos mantemos confiantes e acredito que podemos chegar lá. Pensar na vitória é algo maior, mas o pódio existe uma possibilidade. O carro é consistente na Sprint, tem andado bem e a equipe já teve a experiência de correr à noite em SPA e funcionou muito bem, então acho que isso não afetará o nosso desempenho", observou o piloto do carro BMW Z4 #0.

Já o companheiro Sérgio Jimenez espera que a sorte esteja ao lado do carro da dupla nesta etapa. "Quero poder brigar pelo pódio, essa é a expectativa no campeonato da Sprint. Nós do carro #0 estamos com falta de sorte, mas acredito que neste final de semana vai virar e vamos conseguir nosso pódio. Sobre o desempenho do carro ainda não tenho uma opinião formada, vou aguardar o primeiro treino, já que nem nós pilotos e nem a equipe conhece a pista. Sobre ter uma corrida durante a noite, precisa mudar um pouco o acerto e a calibragem, mas esse ano já corremos duas vezes durante a noite no campeonato de longa duração e colhemos informações importantes para um bom desempenho", completou o piloto de Piedade, no interior de São Paulo.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x