23 de Junho de 2016 - 14h18

Átila Abreu destaca evolução para brigar na liderança

Sorocabano é o terceiro colocado no campeonato, com 70 pontos, 16 atrás do líder; prova no Rio Grande do Sul deve ser a primeira do ano que deve exigir troca de pneus devido ao asfalto abrasivo do circuito gaúcho, que recebeu a primeira corrida da Stock C
Átila Abreu destaca evolução para brigar na liderança Duda Bairros/Vicar

O GP da Esperança, que marca a quinta etapa da Stock Car, será disputado neste final de semana em Tarumã, na Grande Porto Alegre (RS), deve acirrar a briga pela liderança do campeonato. A expectativa é de um dos ponteiros da temporada 2016, Átila Abreu, da equipe Shell Racing, terceiro colocado na tabela com 70 pontos, a 16 do líder.

O sorocabano está em ascensão no campeonato, especialmente após a etapa passada, em Santa Cruz do Sul, onde o piloto destacou a evolução do time nos treinos classificatórios.

"Tivemos um resultado positivo em Santa Cruz do Sul, com uma importante melhora em ritmo de classificação. Mas ainda temos que melhorar mais para brigar pelo título e por isso esperamos esta maior evolução agora em Tarumã", completa Átila, que na etapa passada foi um dos únicos pilotos a conquistar dois top-10 na rodada dupla, incluindo um sexto lugar na prova que distribui mais pontos.

"Mesmo sem brigar pela pole em nenhuma das quatro primeiras etapas do ano, estamos entre os três primeiros no campeonato e com uma distância curta do líder. Se a gente conseguir brigar pela ponta no treino classificatório e virar protagonista em todas as corridas, podemos brigar palmo a palmo pelo título. Vamos trabalhar bastante para isso", diz Átila, que subiu no pódio em Tarumã no ano de 2012 após conquistar um 2º lugar.

Pela quinta vez no ano, a estratégia de pit stop deverá ter novidades na Stock Car. Desta vez, com a alta probabilidade de troca de pneus, já que o forte desgaste dos compostos na pista localizada em Viamão pode compensar o tempo perdido nos boxes.

"Até agora, a estratégia dos primeiros colocados na corrida principal (que distribui 30 pontos para o vencedor) não incluiu a troca de pneus. Como o histórico da pista de Tarumã aponta alto desgaste de pneus ao final das corridas, este será mais um ponto de atenção para pilotos e equipes e pode criar uma dinâmica diferente", explica Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing.

Para embaralhar ainda mais as possibilidades de estratégia para a rodada dupla de domingo, a previsão do tempo indica possibilidade de pancadas de chuva para a quinta etapa do campeonato. "A chuva muda o cenário da estratégia completamente e é importante destacar que teremos todos os treinos no sábado, o que torna esta etapa ainda mais acirrada", diz Mattheis.s

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x