22 de Novembro de 2016 - 15h27

Átila Abreu brilha nas largadas e avança no campeonato da Stock Car em Curvelo

Chevrolet #51 sai de 14º para quinto após a segunda curva da prova 1 e termina a segunda corrida em 13º para assumir o sétimo lugar na classificação
Átila Abreu brilha nas largadas e avança no campeonato da Stock Car em Curvelo Foto: Duda Bairros/Vicar

Mais uma vez Átila Abreu levou o Chevrolet #51 a uma jornada de recuperação na Stock Car. Partindo em 14o na primeira bateria da corrida inaugural do Circuito dos Cristais em Curvelo (MG), o sorocabano protagonizou a largada da etapa. Antes mesmo da terceira curva, ele já era quinto colocado na prova, disputada sob calor intenso –a temperatura da pista atingiu 60oC.

“Nem arrisquei tanto na largada. Tinha pouca reta para galgar posições e aí fui por fora do Thiago Camilo na curva. Ele meio que deu uma esparramada em mim, coloquei as duas rodas na grama, mas na curva seguinte fiquei por dentro. Então vi alguns carros rodando e bem ali consegui achar um espaço, coloquei primeira marcha e saí em quinto. Ali fez toda diferença na minha corrida”, contou o piloto.

Após conquistar as posições, o competidor da Shell Racing administrou o uso do botão de ultrapassagem e o consumo de sua máquina na prova 1. Terminou a corrida em quinto, seu melhor resultado do ano nas corridas de abertura das rodadas duplas –as que distribuem mais pontos no campeonato.

Na segunda corrida, novamente o sorocabano foi hábil assim que a prova começou. Saltou de sexto para terceiro. Na quinta volta, passou Julio Campos por fora na curva 1 e avançou para segundo lugar. Então pressionou o líder Diego Nunes até praticamente a última gota de gasolina do Chevrolet #51. Os dois entraram juntos no box na volta 12 a 7 minutos do fim, e o sorocabano saiu na frente, em 16o.

Nas voltas finais, herdou posições de oponentes que tiveram pane seca, recebendo a bandeirada em 13o. “Esperava mais intervenções do safety-car. Foram só duas voltas e precisávamos de cinco para fazer as duas provas sem reabastecer. Na volta que entrei no box o carro falhou, não por falta de combustível, mas pela temperatura, que fez bolhas na gasolina. Então o mais seguro era entrar no box e colocar combustível numa temperatura mais baixa, para vir até o final. Queria ter brigado pelo pódio para manter a escrita em pistas novas, mas sem dúvida hoje foi nosso melhor desempenho do ano em pista seca e vamos animados para Interlagos. Avançamos para sétimo no campeonato e vamos trabalhar para terminar entre os cinco”, avaliou Átila.

A temporada 2016 será encerrada no dia 11 de dezembro, com a corrida de pontuação dobrada em Interlagos. No ano passado, Átila Abreu foi o vencedor da etapa final.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x