30 de Novembro de 2016 - 18h21

O guerreiro Valdeno Brito

Desempenho do paraibano em Curvelo (MG) foi um espetáculo: largando de 24º após um toque na prova 1, paraibano é um dos destaques ao ser quarto na corrida complementar.
O guerreiro Valdeno Brito Foto: Fábio Davini/Vicar

O fim de semana que começou com um troféu de melhor ultrapassagem em Curvelo (MG) não terminou do jeito que Valdeno Brito queria. Após largar em quarto pela 11ª etapa da Stock Car, um pneu furado após um toque acabou com todas as suas chances de pódio na prova principal e o tirou da zona de pontos.

No entanto, a segunda corrida foi absolutamente espetacular, na opinião do piloto da TMG Racing.Valdeno saiu de P22 e terminou em P4 a apenas 3s7 do vencedor, Ricardo Maurício. Ou seja: foi uma evolução de 20 posições em apenas 16 voltas. O que dá uma média superior a uma ultrapassagem por volta nos 4.420 km do Circuito dos Cristais.

"Foi uma pena o que aconteceu na primeira prova, pois esse toque nos custou muito caro - basicamente a briga pelo título. Mas vou guardar do fim de semana esta segunda corrida, que foi muito prazerosa e com muitas ultrapassagens em uma pista muito difícil de passar. É isso, agora vou dar o melhor de mim em Interlagos para fechar a temporada com chave de ouro e entre os três melhores", completa.

A prova final está marcada para o dia 11 de dezembro, em Interlagos (SP). A programação para a etapa já está definida e os ingressos podem ser adquiridos no próprio site oficial da Stock Car.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x