Pilotos

Cavaleiro Sports: ano de muito desenvolvimento

Equipe comandada por Beto Cavaleiro faz despedida emocionante para Rafael Suzuki. Felipe Lapenna segue no time

A temporada 2017 da Stock Car teve seu encerramento com uma corrida bastante agitada no Autódromo de Interlagos, que definiu o título para Daniel Serra. Os pilotos da Cavaleiro Sports viveram momentos bem diferentes da largada até a bandeirada.

Largando da décima posição Felipe Lapenna finalizou a etapa satisfeito com o seu primeiro ano no time vermelho e azul. “Essa etapa foi muito boa, andamos bem nos treinos conseguimos passar para o Q2, classificar entre os dez primeiros que é sempre nosso objetivo. Na corrida tínhamos um carro um pouco dianteiro e vinha disputando posições com o Thiago (Camilo) e o Felipe (Fraga), mas aí acabamos ficando um tempo parado no box, onde acabei perdendo algumas posições, mas está bom. Acabamos um ano de muito trabalho e desenvolvimento”, disse Lapenna, que cruzou a linha de chegada em 16˚ lugar.

A Cavaleiro Sports fez uma bela homenagem a Rafael Suzuki, que fez sua despedida pela equipe, com direito a aplausos, discurso, bolo e muita emoção, com o piloto indo às lágrimas. "Foi uma surpresa muito especial, realmente não esperava, e me deu uma motivação extra para a corrida. Tivemos um ano de muito trabalho, aprendizado e evolução e creio que muitos objetivos foram alcançados tanto para mim como para a equipe. Agradeço muito a todos da Cavaleiro Sports pela parceria, dedicação e compromisso. A nossa prova final não foi como queríamos, mas isso não diminui o ótimo ano que tivemos juntos", analisou.

Para o chefe da equipe Beto Cavaleiro, o balanço de 2017 é bastante positivo, pois foi um ano de muito crescimento e evolução para toda a equipe. “Encerramos o campeonato hoje com a sensação de alma lavada, onde fizemos o que era possível sempre dando o nosso máximo. Foi esse ano que colocou a gente na boa situação que vamos estar ano que vem. Conquistamos já muitas coisas positivas com a vinda da Cimed com o Denis Navarro e nós estamos muito felizes, pois vamos fazer três carros em 2018. Só tenho que agradecer tudo que aconteceu. Ao Rafael (Suzuki) pela grande temporada e gostaria muito que ficasse com a gente e desejo toda a sorte do mundo na nova equipe. O Felipe (Lapenna) segue conosco e esperamos seguir o desenvolvimento do trabalho”, destacou Cavaleiro.

A categoria mais importante do país dá uma pausa e retorna as pistas no dia 10 de março, com o início da temporada de 2018.