Últimas notícias

Mudança de tempo tira peso dos treinos livres

Definição das posições de largada em Santa Cruz do Sul deve ter frio mais intenso no lugar das chuvas da sexta-feira

SANTA CRUZ DO SUL (RS) – A provável mudança das condições climáticas durante os treinos classificatórios de sábado, anunciada pela meteorologia, pode ter transformado os ensaios livres da quinta etapa da Stock Car quase numa perda de tempo para pilotos e equipes que andaram nesta sexta-feira sempre com a pista molhada no Autódromo de Santa Cruz, no interior do Rio Grande do Sul. A não ser por algumas informações colhidas sobre o comportamento dos pneus de chuva, os ensaios de hoje provavelmente de nada servirão para as tomadas de formação do grid e as duas corridas. De acordo com o site Climatempo, a maior chance para amanhã é apenas de uma leve garoa pela manhã, enquanto no domingo o asfalto estará seco durante a rodada dupla. Hoje, o mais rápido, com a volta estabelecida na segunda sessão, foi o paulista Max Wilson (RC).

 

Nos boxes da Equipe Prati-Donaduzzi, os resultados foram mais do que relativizados. O diretor-técnico Rodolpho Mattheis e os pilotos Julio Campos e Antonio Pizzonia, que fecharam os treinamentos da tarde respectivamente em 21º e 26º, estranharam o rendimento dos carros com os pneus de 2017. “O carro estava muito difícil de pilotar com esses pneus”, relatou Pizzonia. Campos chegou a colocar um set dos produzidos neste ano e viu uma grande diferença nas poucas voltas que deu no final da prática. Até então, ele se queixava da falta de aderências. “Acredito que os pneus deste ano tenham outra borracha”, explicou.

 

Mattheis admitiu que o piso molhado não ajudou no desenvolvimento do carro com vistas à etapa deste fim de semana, mas lembrou que os testes não foram de todo infrutíferos. “Temos poucas oportunidades de usar pneus de chuva. Então, é sempre bom poder aprender um pouco mais sobre eles”, analisou. Os treinos, com temperatura ambiente nunca acima dos 15 graus, foram marcados pelo elevado número de interrupções provocadas pelas saídas de pista dos pilotos no traçado escorregadio e traiçoeiro. Nos próximos dias, a chuva deverá dar lugar ao aumento do frio na região central do estado.

 

O qualifying, com início programado para as 13 horas e transmissão ao vivo pelo SporTv, será importante na briga pela vice-liderança do campeonato, disputada por nada menos do que sete pilotos – a vantagem do segundo colocado Cacá Bueno (Cimed) para o oitavo Campos é de somente 14 pontos. Daniel Serra (RC) disparou na frente e está praticamente consolidado na ponta da tabela no período de recesso de dois meses por causa da Copa do Mundo. As posições de largada serão fundamentais para quem pretenda sair do Rio Grande do Sul disposto a continuar na luta pelo título na segunda metade do calendário.

 

Hoje, os organizadores colocaram fim às especulações e confirmaram Goiânia como sede da Corrida do Milhão no dia 5 de agosto. Ao contrário do que se discutiu nos últimos meses, o circuito completo será novamente utilizado e a opção pelo anel externo acabou descartada.

 

Márcio Fonseca (MTb 14.457)

Assessoria de Imprensa da Equipe Prati-Donaduzzi

Tel. (11) 99434-2082