Pilotos

Prati-Donaduzzi brilha na Argentina

Equipe coloca seus dois pilotos na disputa pela pole. Julio Campos larga em 4º e Pizzonia, em 5º no grid da etapa de Buenos Aires

Os ponteiros do campeonato travaram uma batalha acirrada pela pole, mas caberá ao líder Daniel Serra (RC) comandar o grid de 30 carros da abertura da rodada dupla da Stock Car em Buenos Aires, na volta da categoria à Argentina depois de 10 anos. Serra foi o mais rápido da terceira parte da sessão classificatória deste sábado e derrotou Thiago Camilo (Ipiranga/A. Mattheis) pela diferença de apenas 27 milésimos. A segunda fila será formada por Felipe Fraga (Cimed) e Julio Campos (Prati-Donaduzzi). Antonio Pizzonia, companheiro de Campos, sairá em quinto e Diego Nunes (Hero Full Time) fechará o Top 6.

Serra e Camilo vêm monopolizando a disputa praticamente desde o início do campeonato, mas a 9ª etapa está longe de uma definição. A excelente performance dos carros da equipe comandada pelo diretor-técnico Rodolpho Mattheis sugere que a Prati-Donaduzzi poderá se intrometer na briga pela vitória na capital do país vizinho. Foi a primeira vez que Pizzonia ingressou na parte final do qualifying e também a primeira que o time colocou os dois pilotos no Q3. O resultado apenas confirmou o desempenho em todos os treinos no circuito 9 do Autódromo Irmãos Galvez, que não recebia a Stock Car desde 2007.

Campos, que pela quarta vez partirá entre os seis melhores na temporada, acredita que a atual realidade da Prati-Donaduzzi está sendo refletida em Buenos Aires. “Em Londrina eu tinha talvez meu melhor carro do ano, com potencial mínimo de largar entre os cinco, mas tivemos um problema e não passamos do Q1 por erro nosso. Aqui, estamos com os dois carros muito rápidos e espera que consigamos terminar as duas corridas muito bem.” Chance de pódio? “Sim, temos, e vamos lutar por ela.” Campos, no entanto, ressaltou que o desgaste de pneus está realmente acentuado e preocupa a todos. “Por isso, amanhã a estratégia contará bastante”, concluiu.

Pizzonia disse que o quinto lugar foi uma decorrência da ascensão da equipe demonstrada nas últimas provas. “Estou muito feliz com o resultado. Dei uma erradinha no Q3, a volta não foi tão boa, mas estamos evoluindo bastante e no caminho certo”, observou. A exemplo do parceiro, lembrou que o piso abrasivo da pista poderá ter papel fundamental na sorte de cada um. “Em termos de estratégia, o desgaste dos pneus abrirá um leque muito grande para muita gente. Pelas nossas posições no grid, estamos um pouco amarrados, talvez não compense arriscar uma troca de pneus. Tem muita coisa para se pensar e analisar antes da prova de amanhã, mas o mais importante será preservar os pneus o máximo possível.”

A largada da primeira bateria está marcada para as 14h00, com transmissão ao vivo pelo SporTv3.