Pilotos

Shell Racing segue com Átila e Zonta em 2018

Metas para a atual temporada incluem disputar o título de pilotos com o carro #51 e o vice-campeonato de equipes

Bastou metade da temporada 2017 para a Shell Racing traçar seus planos para o próximo ano na Stock Car. E são rigorosamente idênticos aos deste ano: disputar o título de pilotos e de equipes com Átila Abreu e Ricardo Zonta sob a estrutura da TMG, equipe chefiada pelo engenheiro e ex-piloto Thiago Meneghel.

Com boa parte dos objetivos atingidos na primeira metade do ano dentro da categoria que é a principal vitrine para a maior plataforma de patrocínio ao esporte a motor no Brasil, a Shell Racing parte para a reta final da temporada 2017 com seus principais representantes seguros de que poderão repetir a receita no próximo ano.

“É importante que todos tenham tranquilidade para o fim da atual temporada, e acreditamos que o bom trabalho realizado até aqui nos credencia para sermos protagonistas da Stock Car novamente em 2018. Para isso, vamos terminar 2017 fortes e temos objetivos ambiciosos: brigar pelo segundo lugar no campeonato de equipes e levar o Átila Abreu até a prova final com chance de disputar o título de pilotos”, conta Vicente Sfeir, gerente de motorsport e patrocínio da Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil.

Após sete das 12 etapas do calendário, a Shell Racing acumula duas vitórias na Stock Car, uma com Zonta e outra com Átila. O sorocabano é terceiro no campeonato, com 167 pontos e sete top5s (é o recordista na estatística). Na disputa por equipes, o time situado em Americana (SP) aparece em terceiro nos pontos, com 249, e está a apenas cinco da vice-liderança.